O seu site de orações - MundoDasOrações.com.br: Oração aos Orixás

Oração aos Orixás


Oxalá:
Exeu epá babá Oxalá.
Exeu ê babá Lufa.
Ê babá Oxaguiã, Exeu, epá babá.
Exeu ê babá.
Pai supremo de Órum.
Eu te chamo rei dos reis para que, por tua glória e tua bondade, o senhor me abençoe e me proteja.
Rei de todo o que é bom e claro, que minha vida seja clara e repleta de luz, que nunca me falte sorte, saúde e paz.
Pai, me faça compreender, aceitar, mudar e nunca julgar, dá-me paciência e resignação para superar qualquer dificuldade.
Cubra-me com teu manto sagrado e dê a mi o que for de meu merecimento.
Obrigado, senhor.
Axé, Axé, Axé!

Yemanjá:
Yá omim, Yemanjá, agô mi Axé!
Odoiá, mamãe Yemanjá!
Encontro-me, neste momento, tomado pelo desespero e pela angústia, aflito para resolver o ( diga o seu problema ) que tanto me tira a paz e o sossego.
Yemanjá, sei que a senhora pode me ajudar, sei que há uma saída para mi e conto com sua força e proteção.
Tenho certeza de que a senhora irá interceder por mi junto a deus e a todos os orixás, fazendo que todo o nó seja desatado, que todo o mal seja afastado e que tudo se resolva o mais rápido possível.
Tenho urgência para resolver ( repetir o pedido ) e, com a sua proteção, eu sei que será resolvido o quanto antes.
Yemanjá, proteja-me!
Yemanjá, livra-me!
Yemanjá, abençoa-me!
Yemanjá, com a rapidez que sobe a maré, sei que posso contar com a sua força.
Obrigado, obrigado e obrigado.
Odoiá, Axé!

Ogum:
Ogunhê Ogum, laçai oxim mole.
Salve poderoso senhor do ferro e do aço.
Ó grande vencedor das demandas.
Venho a vós, humildemente, pedir que dê a mi a sua bravura e valentia, para que eu atinja os meus objetivos.
Ogum, guerreiro virtuoso, vencedor do mal.
Patacori, meu pai, com sua espada de aço e sua lança de prata, abra meus caminhos.
Me livre de tudo que seja mal, limpa minha cabeça, minha alma, dê-me seu Axé, grandioso orixá, para que, com sua ajuda, eu consiga ( faça o seu pedido ).
Pelo poder do fogo e do aço, por Ogum eu venço, venci e sempre vencerei.
Axé.

Oxóssi:
Okiarô Oxóssi! Okê, Okê.
Senhor das matas e da vida silvestre, neste momento, pai, sou sua flecha, sou a força do seu arco, sou tudo o que és; a agilidade e a sabedoria.
Faça de mi, soberano caçador, uma pessoa de sucesso e que haja fartura em minha casa.
Dai a mi sabedoria para agir, paz para construir meus ideais, força para seguir sempre.
Oxóssi, rei das matas, da lua, do céu azul, que eu seja leve como o pássaro que voa, livre como o cavalo que corre, forte como o carvalho na mata, direto como sua flecha e que eu vença e seja feliz sempre.
Axé.

Xangô:
Kaô kabiesilé Xangô.
Deus do fogo e do trovão.
Senhor do raio e da justiça divina, olhe para mi, pai, com seus olhos justos e benditos.
E não permita que meus inimigos me façam mal, nem no corpo, nem na alma, e que nenhuma injustiça me abale.
Salve deus do machado sagrado, pelo seu oxé eu peço ( faça o seu pedido ).
Faça-me forte como as rochas que governa.
Puro de alma e coração, deposito em suas mãos a minha confiança, e sendo assim, sei que intercederás por mi.
Me proteja, senhor do fogo e da vida, para que meu ser seja a própria vida de seu amor e de sua justiça.
Axé.

Iansã:
Eparrei oyá mesolorum!
Oyá.
Onirá ago mi axé.
Rainha do tempo, senhora dos raios, mãe dos ventos, soberana das tempestades.
Que a sua força se faça sempre presente em minha vida.
Cuida de mi, poderosa e imbatível senhora, afasta de mi os perturbadores, os espíritos maus e ruins.
Com sua espada de cobre, me defenda.
Abra meus caminhos e proteja-me contra meus inimigos, invejosos e opositores.
Que eu esteja protegido por nove ventos nas costas e na cabeça.
Salve sua força e seu poder, grande guerreira do tempo.
Que eu alcance meus objetivos ( faça o seu pedido ), com sua graça e ajuda.
Axé!

Nanã:
Salubá.
Senhora dos pântanos, rainha das profundezas, mãe de tudo o que é ancestral.
Nós, que carinhosamente a chamamos de avó, pedimos vossa bênção e proteção.
Eu venho, particularmente, pedir-lhe ( faça o seu pedido ), que a senhora dê a mi o que for de meu merecimento.
Acima de tudo, proteja-me.
Dê-me a consciência de que sou a continuação de tudo o que já existe, que tenho a força de meus ancestrais e que, por isso, vencerei.
Não deixe, mãe, avó, que nem o mal, nem as pragas cheguem até mi.
Pelo vosso santo nome, senhora de Santana, que assim seja.
Axé.

Omulu:
Atôtô babá mni orixá.
Senhor Omulu, das almas e dos vivos.
Por isso, nosso senhor Oxalá, eu lhe imploro, não permita, senhor, que nenhuma doença se instale em meu organismo.
Limpa minha cabeça, meus olhos, minha garganta, minha pele e minha carne, meu corpo e minha alma.
Que a sua bênção e a sua luz me recobrem a saúde e a força de meus órgãos.
Realize, meu pai, os meus desejos ( faça o seu pedido ), e dê a mi apenas o que for de meu merecimento.
Perdoe meus erros e minhas faltas.
Abra meus caminhos e ilumine minha vida, com seu raio de amor misericordioso.
Axé.

Obaluaiê:
Atôtô, Atôtô, Atôtô, meu pai Obaluaiê.
Salve, querido pai da vida e da riqueza.
Eu venho a vós, humildemente, e com todo o respeito, senhor, lhe peço ( faça o seu pedido ).
Ó, grande Obaluaiê, se meus pedidos forem injustos e não merecidos, não me puna, pai.
Não deixe que caia sobre mi sua ira.
Mas dê a mi o que for de meu merecimento.
Senhor da lama e do ouro.
Pai de todo ayê.
Que as suas bênçãos me livrem de todos os males, de todas as dores, de todas as doenças, de todas as pestes, moléstias e perseguições.
Ilumine, Obaluaiê, a minha vida, minha consciência e que a sua justiça seja sempre minha companheira.
Proteja-me, pai, Atôtô.
Axé.

Oxumaré:
Arrumbobô, Oxumaré orixá Axé.
Ago mi babá, ago axé.
Salve, adorada cobra de Daomé.
Salve, as sete cores que relevam no céu.
Salve, a água e salve a terra, cobra de Dan.
Proteja-me, senhor, do movimento dos astros, da rotação e da translação, de tudo o que nasce e que se transforma.
Oxumaré, (faça o seu pedido), tu és Oruborós, o deus do infinito.
Faça com que meu dinheiro se multiplique, com que meu suor vire riqueza, que eu vença e que ninguém se oponha a mi.
Creio em ti, Babaé, sei que já estou vencendo.
Axé.

Oxum:
Ora iê iô ozum.
Salve dourada senhora da pele de ouro!
Benditas são suas águas, e essas mesmas águas lavam meu ser e me livram do mal.
Oxum, divina rainha, bela orixá, venha a mi, caminhando na lua cheia.
Traga, mãe, em sua mãos, os lírios do amor e da paz.
Torna-me doce, sedutora, suave, como és.
Mãe Oxum, me proteja, orixá.
Faça que o amor seja constante em minha vida.
Que eu possa amar a tudo o que existe.
Me proteja contra as mandingas e feitiçarias.
Dai a mi o néctar de sua doçura e que eu consiga ( faça o seu pedido ).
Mãe do ouro, da beleza e do amor, senhora do mais puro Axé, valei-me hoje e sempre.
Aiê iê ô Oxum!

Ibeji:
Ai mi Ibeji.
Bejé eró!
Salve a força das crianças.
Força pura, verdadeira, que reluz no céu azul e na rosa das flores, traga ao nosso ayê a paz e a esperança, zele por nossas crianças.
Peça a Oxalá, com sua imensa pureza, que meus pedidos feitos com clareza e verdade sejam atendidos.
Doces crianças, representantes de Cosm. e Damião, que a vossa santa proteção nos sirva de consolo e apoio nas horas difíceis.
Aceitem essa oferenda que é feita com verdade, e intercedam por mi junto ao pai de amor supremo.
Agradeço desde já a vocês, crianças.
Obrigado, Axé.